Pagodeiros da New Hit são ovacionados por fãs no primeiro show em Salvador

    00000Contrariando os grupos de defesa dos direitos humanos, a banda New Hit participou do show da banda A Bronkka, na noite desta sexta-feira (10), na casa de shows Estação ED DEZ do jogador Edílson. Já na chegada, o cantor Eduardo Martins (Dudu) foi ovacionado pelas fãs que faziam de tudo para chegar perto do ídolo. Pronto para a primeira aparição pública em Salvador após ser preso acusado de estuprar duas adolescentes, uma de 15 anos e outra de 16,  no município de Ruy Barbosa, o cantor Dudu e os outros integrantes do grupo subiram ao palco por volta das duas da madrugada.

    O show contou com hits de conotação pornográfica e palavras de baixo calão, como ‘Senta com vontade’, ‘Pick-Up’, ‘Colo do Filho’, ‘Assim que ela geme’, entre outros sucessos. Eles também apresentaram novas músicas como ‘Miro’ e ‘Nossa História’. Os cantores também prometeram um show próprio e completo na capital baiana para breve. A deputada estadual Luiza Maia (PT-BA) havia comemorado o suposto cancelamento do show na noite da última terça (7). A informação foi contrariada após a assessoria jurídica da ED DEZ divulgar nota (leia aqui) confirmando a apresentação, sob a justificativa de que não poderia vetar a New Hit já que o evento foi produzido por terceiros.

    Em outras ocasiões, a banda enfrentou protestos e teve shows cancelados. No Carnaval, por exemplo, o grupo foi escalado para se apresentar em dois blocos durante o Carnaval de Delmiro Gouveia, em Alagoas. Entretanto, a participação dos artistas foi cancelada após protestos da população. Eles respondem o processo em liberdade e o julgamento  está marcado para setembro.

    Entenda o caso

    Os nove integrantes da banda New Hit foram acusados de estupro após um show no dia 26 de agosto de 2012, em Ruy Barbosa, na Chapada Diamantina. Conforme consta no inquérito policial, no início da madrugada, as duas adolescentes teriam sido abusadas sexualmente dentro do ônibus da New Hit, que estava estacionado na Praça Santa Tereza, no centro de Ruy Barbosa. As adolescente contaram, em depoimento à polícia, que entraram no ônibus para fazer fotos com os rapazes. Lá foram atraídas para o fundo do veículo, onde teriam sido violentadas sexualmente. (Ibahia)