Pai chora morte da filha com amiga “Muita covardia”

A forte violência que atinge todo o país segue fazendo vítimas. Familiares de Tainara Teles de Menezes, de 12 anos,encontrada morta a tiros com uma amiga de 14, na cidade de Varjota, no interior da Ceará, dizem não entender o motivo do crime. Para o padastro de Tainara, João da Silva, o autor é uma pessoa “covarde”.

“Pedimos que o caso não fique impune. Que [possamos] descobrir quem foram os autores do crime. Foi contra uma criança e é muita covardia. Como matar duas crianças desarmadas? Muita covardia.”

A mãe, Angelúcia de Menezes, conta que escutou os disparos, mas não imaginou que os tiros eram contra a sua filha. “Não vi o vulto de ninguém, não consegui ver ninguém. Nenhuma correria. Quando acontece isso todo mundo corre, ninguém vai olhar.”

Amigas de Tainara se reuniram para homenagear a menina nesta segunda-feira (6). Elas exibiram cartazes pedindo Justiça.

As apurações iniciais sobre o duplo homicídio apontam que o crime pode ter sido cometido por motivos passionais. De acordo com a Delegacia Municipal de Varjota, que investiga as mortes, a suspeita só poderá ser confirmada ao término dos trabalhos policiais, que estão em curso.

Foto reprodução

As duas garotas foram encontradas mortas em um matagal. De acordo com a Polícia Militar, as garotas estavam desaparecidas desde sexta-feira (3) e foram achadas com os corpos com marcas de bala.

Ainda conforme a PM, os pais e amigos das garotas chegaram a divulgar o desaparecimento nas redes sociais, o que mobilizou o trabalho dos policiais e gerou comoção na cidade.

Os corpos foram localizados por volta das 16h do sábado (4), no bairro Pedreira, e estavam a cerca de 20 metros um do outro. Uma das meninas foi baleada no rosto, e a outra, no peito.

Ninguém havia sido preso até o início da tarde desta segunda-feira.

....

COMPARTILHAR