Pai de bebê sem parte do cérebro desabafa em rede social

002Brandon Buell, pai de um menino que nasceu sem parte do cérebro, decidiu escrever um desabafo em uma rede social após receber críticas por sua mulher não ter abortado quando soube da condição do pequeno Jaxon.

No texto, ele diz que reconhece que o menino é grande e diferente de outras crianças, mas que ele também é normal de muitas maneiras.“É comum percebermos os olhares para ele, encaradas de pessoas que nem percebem o que estão fazendo, mas não tem jeito: às vezes temos que sair de casa. É muito cansativo ouvir tantas coisas sobre a suposta dor que ele sente, ou sobre se ele entende ou não o que acontece. Dizem que somos egoístas por não termos abortado”, afirmou.

001De acordo com o jornal Extra, no post, o pai disse ainda que o filho se desenvolve e que anda falando muito, do jeito dele, nos últimos dias. “Ele diz ‘Mama’, ‘Dadda’ e ‘Papa’ (papai). Eu amo isso. Ele é tão normal de tantas maneiras. Estão nascendo dentinhos, ele chora quando tem fome, sofre de cólicas, vomita, chora, dorme, repete o que ouve”, desabafou o pai.

“Todo mundo merece uma chance. Não importa quem você é ou no que você acredita, Jaxon já inspirou mais vidas em um ano do que a maioria de nós nunca vai conseguir fazer em toda a vida. Por sua vida, estou melhor, eu sou abençoado, sou grato e sou um ‘Papa’ muito, muito orgulhoso. Eu amo você, filho! Muito bem, grandalhão!”, acrescentou o pai.

Jaxon nasceu sem parte do cérebro, mas contrariou estatísticas e, com 1 ano de idade, desafia a ciência enquanto aprende a dar seus primeiros passos. Moradores da Flórida, nos Estados Unidos, os pais do pequeno, Brittany, de 27 anos, e Brandon Buell, de 30 anos, contaram que ele sofre de uma severa má-formação cerebral.