Pequenos negócios baianos expõem na Feira Francal, em São Paulo

Atendidas pelo Sebrae, empresas das cidades de Conceição do Coité, Tucano e Ipirá venderam cerca de R$ 350 mil durante a maior feira do segmento na América Latina

Pela primeira vez, empresários de micro e pequenos negócios do segmento calçadista e de acessórios em couro, das cidades de Conceição do Coité, Tucano e Ipirá, participam como expositores da Feira Francal 2018. A 50ª edição da feira internacional da moda, que começou dia 16 e segue até hoje, 19, no Expo Center Norte, em São Paulo, oferece uma experiência completa, que vai além da oportunidade de negócios. Até o momento, as seis empresas venderam aproximadamente R$ 350 mil no período, e fizeram mais de 300 contatos, com possibilidades de negócios.

Foto: Paulo Marcos/Divulgação

A proposta do estande coletivo partiu do plano de trabalho do Sebrae, através do Projeto Cadeia da Moda, cujo objetivo é dar visibilidade às marcas das empresas da região participantes, proporcionando a divulgação dos produtos e contatos com outros empresários, clientes e futuros clientes que visitam o evento. Uma ótima forma de conquistar novos mercados.

Foto: Paulo Marcos/Divulgação

“Esta feira recebe milhares de pessoas, bem focadas, que a visitam com a finalidade de descobrir novidades do setor e de fechar excelentes parcerias. Assim, a participação das empresas do Projeto Cadeia da Moda na Francal está atingindo o seu propósito, que é de dar visibilidade às empresas e mostrar que a produção baiana é competitiva e possui produtos de qualidade, que podem concorrer com quaisquer outros mercados”, afirma a gestora do Sebrae em Feira de Santana, Lúcia Leite, que coordena o projeto e acompanha o grupo.

Foto: Paulo Marcos/Divulgação

Expondo na Feira com sua marca Maria Isabel Calçados, Fidelis Ferreira está entusiasmado com a oportunidade de conquistar novos clientes. “Está sendo uma experiência incrível. A gente veio na expectativa de só expor, sem expectativas de vendas. Mas estamos fazendo bons negócios e em um volume que não imaginávamos”, comemora um dos sócios da empresa de Conceição do Coité. Além de negócios fechados, o empresário celebra perspectivas de contratos com potenciais clientes.

Com instalações informativas, painéis, fóruns e uma gama de palestras dinâmicas, a feira oferta conhecimento sobre tendências do varejo, mercado, comércio eletrônico, moda e outros temas que inspiram o empresário a inovar em seu negócio.

Foto: Paulo Marcos/Divulgação

Para a ida dos 13 empresários de Conceição do Coité, o Sebrae contou com a parceria da Prefeitura do município. “A experiência de ter empresas coiteenses pela primeira vez divulgando seus produtos na Francal é sensacional. Como coiteense e empresário fico muito feliz com esta iniciativa, fruto de um projeto do Sebrae em parceria conosco. Com certeza, daqui, ficarão bons contatos e isso irá implementar mais ações de emprego e renda em nossa cidade”, avalia o secretário de Desenvolvimento Econômico de Coité, Fagner Ramos Ferreira.

Foto: Paulo Marcos/Divulgação

“Sempre foi um sonho vir para cá, mas sempre tive dificuldades e não fui em frente com isso. Agora, com o incentivo, esse suporte do Sebrae e da Prefeitura, eu estou na Francal apresentando uma linha de rasteirinhas, confortáveis e bonitas, fabricadas em nossa terra. Trouxe também tênis e calçados de salto. E isso me orgulha muito”, revela Beto Costa de Oliveira, da marca Beatriz Calçados.

A Francal é o principal evento da temporada, recebendo lançamento de 450 expositores e milhares de visitantes de todo o Brasil, além de mil importadores de 50 países.

Foto: Paulo Marcos/Divulgação

O Sebrae oferece várias oportunidades para as empresas desse segmento em todo o estado. Na região de Feira de Santana, as empresas de couro, calçados e acessórios em couro de Conceição do Coité, Tucano e Ipirá, que integram o Projeto de Moda há dois anos, receberam consultoria e orientações em branding, tendências, formação de preço, design, dentre outros, para que possam acessar novos mercados e participar de feiras como a Francal.

“Todas as empresas que vieram estão extremamente preparadas para estarem aqui, e oferecem produtos com design, preço competitivo e a qualidade que se espera em uma feira como esta. Eles estão em pé de igualdade com qualquer outra empresa que está aqui. E a participação está sendo um sucesso. Estamos muito orgulhosos e os empresários bastante felizes com os resultados”, afirma Giovana Carvalho, gestora estadual dos projetos de Moda do Sebrae Bahia.

Por: Vívian Rodrigues
Agência Sebrae de Notícias Bahia

....

COMPARTILHAR