Praga devasta plantação de feijão na zona rural de Feira de Santana

    24736-3Após sofrer com o longo período de seca, os trabalhadores rurais de Feira de Santana agora enfrentam outro problema: as lagartas que estão devastando toda a plantação de milho, feijão e até de hortaliças. A situação é grave em todos os distritos da cidade que já perdeu cerca de 70% de toda a plantação, segundo informou Adriana Lima, diretora do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Feira de Santana.

    “A lagarta atingiu todos os distritos e todas as propriedades de Feira de Santana. Chegou uma praga acabando com tudo. Tem trabalhadores que estão diversificando e trocando, tirando o milho e o feijão e plantando batata e mandioca, que são mais resistentes à lagarta. Tem propriedades em que a devastação foi total”, afirmou, acrescentando que o sindicato já procurou orientação junto à EBDA (Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola) para resolver o problema.

    24735-3A trabalhadora rural, Paulina Santiago, moradora da comunidade de Genipapo, distrito de Matinha, está contabilizando os prejuízos. Ela esperava colher oito sacas de feijão, mas a plantação está toda perdida.

    “A situação é muito ruim. A plantação está toda estragada. Eu acho que não vai dar para colher nada. Estou arrancando a maioria da plantação para plantar de novo e esperar que a lagarta não ataque novamente. Veio a alegria com a chuva, mas agora estamos tristes. Quando vamos até a plantação dá até vontade de chorar”, lamentou a trabalhadora.

    Fonte: Acorda Cidade