Prefeita quer passar administração do Hospital de Euclides da Cunha para iniciativa privada

hmacm_02Após uma grande reforma com investimento superior a 700 mil reais, o Hospital Municipal Antônio Carlos Magalhães (HMACM) da cidade de Euclides da Cunha, deverá ser administrado em breve pela iniciativa privada.

De acordo com a assessoria de comunicação da prefeitura, a reforma está sendo feita com o objetivo de adequar a estrutura do Hospital Municipal para que a sua administração possa ser assumida por uma grande rede hospitalar de referência estadual. Ou seja, a prefeitura deixará de administrar o HMACM, passando o comando para um hospital de grande porte, como por exemplo, os hospitais Santa Isabel, Português, São Rafael, dentre outros que queiram participar da licitação. Este modelo de gestão já acontece em diversas cidades da Bahia e o resultado tem sido sempre muito positivo, informou a assessoria.

Segundo a prefeitura, o HMACM continuará atendendo pelo Sistema Único de Saúde (SUS), mas com uma estrutura mais avançada, equipamentos de última geração e ampliação na oferta de serviços e especialidades, tornando-se assim um dos hospitais mais modernos e mais bem equipados de todo o estado.

O governo municipal depende da aprovação de pelo menos dois terços dos vereadores. A votação deverá acontecer já na próxima semana, na Câmara Municipal, e a prefeitura entende que este assunto deve ser tratado como prioridade.

“Este é um projeto que irá promover um avanço grandioso na qualidade dos serviços de saúde oferecido em Euclides da Cunha. O nosso Hospital Municipal se consolidará como uma grande referência para toda região. Faço um apelo a todos os vereadores que votem pela aprovação deste projeto”, afirma a prefeita Fátima Nunes. “Além de promover avanços significativos na qualidade do atendimento, esta iniciativa irá beneficiar muita gente com a geração de emprego e renda, exatamente como vem acontecendo nos municípios que adotam este modelo de gestão”, conclui.