Pregador Ronaldo Santos – As tristezas de Ana

190052_366235136833225_1768537399_n111111111111Ana tinha diante de seus olhos uma grande impossibilidade, Ana era estéril.

Sabemos que nessa época não existiam tratamentos com hormônios e induções de ovulação o que tornava a dificuldade de Ana numa impossibilidade.

Ana sentia na pele a dor da esterilidade, e como se isso não fosse o suficiente Ana teve que aturar sua rival Penina a segunda esposa de Elcana.

Penina era uma mulher de temperamento abusivo, ela debochava de Ana pelo fato de ter dado a Elcana dois filhos, filhos estes que Ana não poderia dar a Elcana.

eu fico imaginado Ana vivendo essa situação e chego a uma conclusão, Ana era uma mulher de muita fé porem Ana devia ser cheia de feridas emocionais, mesmo com o sonho de ser mãe cravado em seu peito e diante das impossibilidades, Ana é um exemplo para mim e para você, pois Ana clamava ao Senhor de dia e de noite e não desistiu do seu sonho, mesmo quando via tudo contrario na sua vida, Ana fez um voto com o Senhor e Deus a honrou.

Talvez você também tenha uma Penina no seu caminho, mas lembre-se de Ana e clame como ela.

Primeira tristeza de Ana

As tentativas frustradas.

Imagino que Ana tinha no seu coração grande esperança a ponto de esperar mensalmente pelo seu milagre, se chegasse a acontecer de suas regras menstruais atrasar, já estava la Ana com o coração cheio de expectativas, a biblia não menciona quantas vezes Ana acreditou ter chegado esse momento, mas uma coisa é certa, certamente ela acreditou por diversas vezes, pois esse sonho estava cravado em seu coração.

Segunda tristeza de Ana

O preconceito.

Acredito que Ana não sofria deboche apenas de Penina, mas de todos que olhava para seus braços e notava que Ana não dava filhos a Elcana.

Sabe aquelas pessoas que olham para você e dizem:

Você trabalha a tanto tempo e ainda não tem uma casa própria, não sai do aluguel.

Pois é acredito que com Ana não foi diferente ela deve ter ouvido por diversas vezes: Nossa você esta casada com Elcana a tanto tempo e não destes a ele filhos.

Ana sabia bem como era isso, o preconceito, o olhar diferente das pessoas, ainda mais naquele tempo onde a cultura judaica tinha por maldito e desprezava aquele que não tinha filhos.

Terceira tristeza de Ana

A humilhação.

Ana se sentia humilhada pelas pessoas e por Penina que debochava dela e isso não nos é segredo, mas acredito que inconscientemente Ana se sentia humilhada pelo próprio esposo Elcana, que nos dias de sacrifício recebia dupla porção de tudo que Penina e os filhos recebiam de Elcana, acredito que na mente de Ana ela via essa ação de Elcana como consolação, enquanto na verdade Elcana dava o dobro para Ana porque a amava e não queria que ela se sentisse diminuida pelo fato de não dar filhos a ele.

A alegria na vida de Ana

ANA NÃO SE DAVA POR VENCIDA AINDA QUE SEUS OLHOS NÃO TIVESSEM VISTO O IMPOSSÍVEL ACONTECER DIANTE DE SEUS OLHOS A FÉ DE ANA A LEVAVA A CLAMAR, ANA CHEGOU ATÉ MESMO SER CONFUNDIDA POR EMBRIAGADA.

ELCANA TAMBÉM NÃO SUPORTAVA MAIS VER A ESPOSA TÃO SOFRIDA NAQUELA TRISTEZA QUE TE TIRAVA A FOME E VE-LA TÃO HUMILHADA DIANTE DE PENINA.

ELCANA TENTAVA MOSTRAR A ANA QUE ELE A AMAVA INDEPENDENTE SE HAVIA DADO FILHOS A ELE OU NÃO E CHEGOU A PERGUNTAR: NÃO TE SOU MELHOR DO QUE DEZ FILHOS?

ANA NÃO SE DOBROU DIANTE DAS IMPOSSIBILIDADES, MAS FEZ O CONTRARIO E TOMOU POSIÇÃO, ELA SE LEVANTOU.

LEVANTE-SE HOJE TAMBÉM! FAÇA COMO ANA E SE LEVANTE. AINDA QUE A SITUAÇÃO ESTEJA DIFÍCIL FALE COM DEUS.

FOI EXATAMENTE ISSO QUE ANA FEZ.

LEVANTE-SE E ORE, CHORE NA PRESENÇA DE DEUS.

ANA FEZ UM VOTO COM DEUS E CONSAGROU OS SEUS SONHOS AO SENHOR.

ENTREGUE NAS MÃOS DE DEUS OS SEUS SONHOS, SE DERRAME NA PRESENÇA DE DEUS.

DEUS OUVIRA O SEU CLAMOR.

DEPOIS QUE ANA TOMOU A POSIÇÃO DE SE LEVANTAR, ORAR, DEUS OPEROU NA SUA VIDA O MILAGRE QUE ELA TANTO ESPERAVA.

MUITAS VEZES PRECISAMOS TOMAR UMA ATITUDE CERTA, A ATITUDE QUE TOCA O CORAÇÃO DE DEUS.

CHAME A ATENÇÃO DE DEUS PARA A SUA VIDA ATRAVÉS DA ORAÇÃO.
ESSE FOI O SEGREDO DO SUCESSO DE ANA, E PODE SER O SEU TAMBÉM.
DEUS ABENÇOE!