Preso após assaltar ônibus, ladrão inventa mentira para ir em casa se despedir da mãe antes de ser levado para o xadrez

Uma situação inusitada e pra lá de ousada foi registrada nesta sexta-feira (3), quando policiais da Companhia de Emprego Tático Operacional (Ceto) do Décimo Sexto Batalhão prenderam três jovens acusados de assaltar um ônibus da empresa Plena na BR-116, nas proximidades do Povoado Sítio das Flores, em Santa Bárbara.

mateus despedida

De acordo com a corporação, após serem informadas sobre o assalto ao ônibus, duas guarnições da Ceto iniciaram rondas pela região e localizaram os acusados em um matagal no povoado Sítio Santana, em Lamarão. Conforme a PM, houve troca de tiros, mas ninguém foi atingido. Os militares conseguiram prender Tiago Adorno, 30 anos, Mateus Alves e Márcio de Matos, ambos de 18 anos. Com eles, foram encontrados objetos e dinheiro que teria sido tomado dos passageiros do ônibus, além de um revólver.

objetos plena

O mais inusitado é que, durante a abordagem, conforme informou a PM, Mateus disse aos policiais que possuía mais dois revolveres em sua residência, que fica situada no bairro Conceição, em Feira de Santana. Os policiais foram até o local e, após viajarem cerca de 50 quilômetros entre Lamarão e Feira, descobriram que foram vítimas de uma mentira “deslavada e descabida”. O acusado na verdade queria mesmo era se despedir da mãe antes de ser encaminhado ao sistema prisional. Após a despedida cômico-dramática, Mateus foi levado com os outros acusados para a Delegacia da Polícia Civil de Serrinha, onde o caso foi registrado.

As informações são do Notícias de Santaluz