PSC estima oficializar apoio ao governo baiano até carnaval

    IMAGEM_NOTICIA_5Iniciado desde as eleições do ano passado, o namoro entre o PSC e o governo do Estado pode se transformar em casamento em breve, segundo previsão do presidente estadual da legenda, Eliel Santana. “Estamos conversando há bastante tempo.

    Creio que até o carnaval a gente define. Da nossa parte, não tem dificuldade”, afirmou o líder da sigla ao Bahia Notícias. A possibilidade de o PSC integrar a base governista na Assembleia Legislativa se tornou mais clara desde o apoio prestado pelo partido à candidatura do deputado federal Nelson Pelegrino (PT), derrotado em segundo turno por ACM Neto (DEM) na disputa pela prefeitura. A convite do vice-governador Otto Alencar (PSD), o ex-vereador Paulo Magalhães Júnior já assumiu uma diretoria na Agerba. Santana reconhece que o único empecilho para a união é o deputado estadual Targino Machado, ferrenho opositor do governo baiano. Segundo o presidente do PSC na Bahia, o fundamental para o partido é “se sentir integrado, agrupado, aceito, parte do governo”. “É necessário e bom ter cargos”, completou, sem especificar uma área de preferência. “Cabe ao governo ver onde é”, avaliou.

    Na Câmara, a tendência é a de que o PSC, que apoiou o ex-prefeito João Henrique, se mantenha no bloco de sustentação, dessa vez a ACM Neto. “De alguma forma, o PSC já vem contribuindo. A direção estadual entende que temos que ajudar”, avaliou. (Bahia Notícias)