PT obtém recorde histórico de doações e sai do vermelho

    IMAGEM_NOTICIA_5Graças a doações privadas no valor recorde de R$ 255 milhões, o PT nacional terminou o ano de 2012 com um superávit de R$ 8,4 milhões, o maior entre os grandes partidos brasileiros.

    Com isso, os petistas conseguiram saldar as dívidas acumuladas até 2011 e ainda ficaram com uma sobra de R$ 2,7 milhões – desde 1998, é a primeira vez que a legenda sai do vermelho em sua contabilidade oficial.

    Em 2012, a segunda maior fonte de recursos da sigla foi o Fundo Partidário, bancado na maior parte por verbas federais, que destinou cerca de R$ 53 milhões ao partido. Segundo a prestação de contas divulgada no site do Tribunal Superior Eleitoral, o PSDB também obteve superávit, no total de R$ 7,9 milhões, mas o valor foi insuficiente para saldar dívidas de anos anteriores.

    O saldo ainda ficou negativo em R$ 1,4 milhão apesar dos R$ 96,7 milhões de doadores privados em 2012. O PMDB arrecadou R$ 1,3 milhão a mais do que gastou em 2012, e ampliou sua folga de caixa acumulada para R$ 9,8 milhões.

    Dono da maior bancada da Câmara, a legenda arrecadou quase R$ 119 milhões em doações privadas no decorrer do ano – menos da metade do que os petistas obtiveram, mas 37% a mais do que os tucanos receberam. Informações do Estadão.