Quijingue: Loja que teria vendido eletroeletrônicos à prefeitura não existe no endereço informado

lojaA Prefeitura de Quijingue celebrou um contrato com a empresa Carlos Jose Jesus dos Santos Moveis e Eletro – ME, de nome fantasia Avenida Moveis e Eletromésticos, através de carta-convite Nº15/2013, pelo valor de R$ 75.437,00. A empresa se saiu vencedora de 02 Lotes: Lote 01, com o valor de R$ 24.888,00 e o Lote 02, com o valor de R$ 50.549,00 para fornecimento de eletroeletrônicos como freezers, refrigeradores, projetores e aparelhos de DVD para as escolas municipais de Quijingue.

De acordo com as informações contidas nas notas fiscais e nos dados na Receita Federal, a loja Avenida Moveis e Eletromésticos deveria existir no endereço Av. Oliveira Brito, 106, Loja, Centro, CEP 48.790-000, em Tucano, Bahia. No entanto, por meio de uma averiguação, verificou-se que neste endereço havia um pequeno depósito inutilizado, totalmente descuidado. Abaixo, aparece as fotos registradas do local onde deveria está instalada a loja Avenida Moveis e Eletromesticos:

Moradores informaram aos nossos editores que o pequeno depósito foi desativado há cerca de oito anos. Antes disso, funcionava como depósito de outra loja de Móveis da cidade de Tucano, a Moreira Móveis.
Outra coisa que nos chamou a atenção foi a numeração das notas ficais emitidas pela Avenida Móveis e Eletromésticos à prefeitura de Quijingue. No mês de setembro, a loja emitiu 02 notas fiscais para a prefeitura: a primeira, de número 001, valor de R$ 3.850,00, empenho 1511; e, a segunda, de número 002, valor de R$ 17.230,00, empenho 1512. Pela numeração das notas fiscais, indica que a loja entrou em atividade recentemente.
Nossos editores percorreram por várias ruas, avenidas e praças da cidade, mas não encontraram a Loja Avenida Móveis e Eletromésticos na cidade de Tucano. Perguntados, os moradores disseram que não conheciam nenhuma loja com esse nome na cidade de Tucano.
Na sessão da Câmara Municipal do dia 19/11, o vereador Clovis Cavalcante (PSD) disse ter ficado surpreso com a compra de quase R$ 80 mil reais de eletroeletrônicos feito pela prefeitura. O Vereador duvidou da transparência na compra e questionou do porquê do prefeito não ter optado por comprar com empresas de Móveis e eletroeletrônicos de Quijingue: “Por que ele [prefeito] não convidou as lojas de móveis e eletroeletrônicos de Quijingue para participar desta licitação, para o dinheiro ficar aqui em Quijingue?”.

Fonte>> Folha da Vila e (Gil Santos Notícias)