Quijingue: Vereadores denunciam prefeito por improbidade administrativa

ColetaLixo2A Bancada de Oposição da Câmara Municipal de Quijingue, representada pelo líder, Clovis Cavalcante (PSD), ingressou com nova representação no Ministério Público Federal pedindo que sejam apuradas possíveis irregularidades na contratação da empresa Grautech Construtora LTDA – EPP, face aos sérios indícios de cometimentos de crime pelo prefeito Almiro Costa Abreu Filho (PT) e por ofensa aos princípios administrativos que causaram prejuízos ao erário público, cita a denúncia.

A empresa Grautech Construtora LTDA – EPP, inicialmente foi contratada por dispensa de licitação por 120 dias pelo valor de R$ 533.308,96(quinhentos e trinta e três mil, trezentos e oito reais e noventa e seis centavos) para prestar serviços de limpeza pública na Sede e Distritos.

Depois foi novamente contratada pela prefeitura Municipal de Quijingue, através de licitação modalidade concorrência pública para prestação dos mesmos serviços pelo período de 12 (dose) meses pelo valor deR$ 1.910.897,82 (hum milhão, novecentos e dez mil, oitocentos e noventa e sete reais e oitenta e dois centavos). Ou seja, o valor mensal do novo contrato representa um aumento de aproximadamente 20% da despesa, que era de R$ 133.327,24 mensal e passou para R$ 159.241,37, atentando contra os princípios da administração pública, denunciam.

A denúncia ainda relaciona vários serviços que são objeto do contrato com a empresa, mas que são custeados pela prefeitura, havendo desperdício do dinheiro público.

Fonte: Folha da Vila (foto ilustrativa)