Saiba quais são os sintomas e tratamentos para a candidíase

Uma das infecções que mais afetam a saúde íntima da mulher é a candidíase, causada por um fungo chamado Candida Albicans, que já está presente no corpo como na boca, intestino e na vagina.

c1
Foto reprodução

A Candidíase se dá a partir da proliferação desse fungo dentro da vagina, causando uma infecção bastante desconfortável para a mulher.

Apesar de estar presente na pele e dentro do corpo, algumas atitudes podem prevenir o crescimento da Candida e consequentemente sua infecção.

Saiba quais são os sintomas e tratamentos para a candidíase, uma infecção que já afetou 52% de mulheres pelo menos uma vez na vida.

Principais sinais de candidíase

Os principais sintomas da candidíase são considerados leves, porém, trazem desconfortos para a mulher com a proliferação do fungo.

Entre esses sintomas estão dores vaginais, coceiras na região, desconfortos ao urinar e/ou durante as relações sexuais e corrimentos vaginais anormais, saiba mais.

Algumas mulheres também relatam um inchaço na região da vagina, vermelhidão e em casos mais graves fissuras na parede interna do órgão. 

As mulheres que estão grávidas, portadoras de diabetes, que estão com sistema imunológico debilitado e mantêm uma dieta com muito açúcar e carboidratos têm mais chances de desenvolver a infecção.

Ao sinal de candidíase é importante procurar um ginecologista para diagnosticar e tratar o problema.

Além disso, se você sofre de candidíase constantemente, este pode ser um quadro de candidíase de repetição que afeta muitas mulheres.

Diagnóstico e tratamento para candidíase

O exame clínico é essencial para o diagnóstico da candidíase, assim como, o exame laboratorial do corrimento que detecta a proliferação do fungo que causa infecção.

Apesar da mulher já possuir o fungo naturalmente no organismo, o diagnóstico é importante para o tratamento da infecção o quanto antes.

Um dos modos de tratamento para a candidíase é a aplicação de medicamento antifúngico na vagina ou pela via oral da paciente.

Além disso, as mudanças de hábitos também contribuem para a melhora do quadro de candida, ainda mais aliado a um tratamento rigoroso indicado pelo médico ginecologista.

Tem como prevenir a candidíase?

Mas será que tem como prevenir a candidíase? A resposta para essa pergunta é sim, existe essa possibilidade.

Um método bastante eficaz é evitar se automedicar, principalmente, porque o uso de antibióticos pode resultar na candidíase.

Outro fator de cuidado é com a alimentação, evite consumir alimentos doces em excesso e carboidratos como os biscoitos, pão branco e sorvete, por exemplo.

Vale a pena trocar a calcinha de tecido pela de algodão, que é mais indicada para uso tanto no período menstrual e fora dele, ela permite a redução de proliferação de fungos, como o Candida Albicans que causa a candidíase nas mulheres.