Salvador: “Patricinhas” são presas com carro roubado

    560582_385290408213719_2108603057_nDuas jovens de 19 e 27 anos estão presas na Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DRFRV), em Salvador. As duas foram flagradas pela polícia com um carro roubado nesta terça-feira (9), enquanto dirigiam na avenida Ogunjá.

    A estudante de Direito Débora Carvalho de Menezes e a promoter Sendy Gabrielle Gomes foram paradas quando voltavam do Porto da Barra durante uma blitz da Polícia Militar.

    Em uma vistoria no veículo, um Palio branco, policiais encontraram um cachimbo e uma trouxinha de maconha. Em uma consulta, os PMs descobriram que a placa era de outro carro, uma caminhonete L200, e pela placa original do Palio descobriram que o veículo havia sido roubado em Santo Agostinho por três homens armados.

    jovens_carroAs duas negam que tenham roubado o carro. Segundo elas, o veículo foi emprestado por um amigo para que as duas fossem à praia. Apesar disso, elas não identificaram quem seria este amigo.

    A ocorrência do roubo do Palio foi registrada na polícia em março. O dono já foi avisado sobre a recuperação do veículo e é aguardado para retirar o carro.

    Segundo a polícia, as duas são suspeitas de ter relação com traficantes de drogas. A expectativa é que a investigação leve aos responsáveis pelo roubo do Palio e também a integrantes da quadrilha à qual elas estariam ligadas. Nenhuma delas possuía passagem pela polícia.

    Débora e Sendy foram autuadas em flagrante por receptação e adulteração de sinal identificador de veículos na Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DRFRV) levadas para a Delegacia Especializada de Repressão a Crimes contra a Criança e o Adolescente (Dercca), que possui carceragem feminina.

    Nas redes sociais, as jovens aparecem juntas em fotos. Em uma delas, tirada aparentemente em um quarto de motel, segundo comentários na foto, as duas estão tomando champagne e usando acessórios de grifes. Elas teriam um relacionamento amoroso.

    Em sua página no Facebook, Débora diz ser estudante da Faculdade Ruy Barbosa.

    As informações são do Correio/Fotos reprodução Facebook