Sandro Régis: “Não somos contra a Copa, somos contra esse desperdício de dinheiro público”

    sandro-regis-plenarioNa sessão plenária desta terça-feira (18), na Assembleia Legislativa, o deputado Sandro Régis enalteceu os protestos que acontecem desde a semana passada em diversas cidades do país. Para o parlamentar, o movimento vai além da reivindicação do “passe livre”, e representa a insatisfação da população diante do mau uso do dinheiro público e da falta de infraestrutura do país.

    “A questão do passe livre foi apenas um trampolim para a revolta da população brasileira. Faltam postos de saúde, escolas, segurança, transporte público, mas se gasta R$ 1 bilhão para construir um estádio em Brasília, onde a média de público nos jogos é de apenas 500 pagantes. Isso se chama corrupção! Quando passar a Copa, o que será feito desse estádio?”, questionou o deputado.

    Régis criticou ainda a falta de ética e coerência nas relações políticas dos governos petistas, que se aliaram a antigos inimigos com o intuito de se manter no poder. “O povo assiste Lula e Dilma abraçarem Collor, Maluf, Sarney e Renan. Ao invés de o governo se preocupar em investir, se preocupa em comprar partidos e políticos pra fazer uma grande coalizão”, disparou o deputado, que se recusou a mudar de lado quando o seu partido passou a fazer parte da base governista.

    Por fim, o parlamentar destacou a seriedade do trabalho que tem sido feito pela oposição na Assembleia. “Eu fico tranqüilo por que aqui nós votamos a CPI do Futebol, a CPI do Metrô… Aqui a oposição tem sido digna do voto que recebeu nas urnas”, concluiu Régis.

    Fonte: Assessoria de Comunicação do deputado Sandro Régis