Supostamente infectado com calazar, bebê de 11 meses morre em Monte Santo

bebeDe acordo com informações, Faleceu na noite de desta terça-feira (20) em Monte Santo, um bebê com suspeita de estar infectada com CALAZAR (Leishmaniose visceral). A vítima residia na região do Povoado de Engorda.

Fontes próximas à vítima confirmaram que a vítima tinha 11 meses e que há 5 semanas vinha frequentando o Hospital Municipal Monsenhor Berenguer e já havia suspeita da doença. Segundo a fonte, nenhuma providencia maior foi tomada e que apenas medicavam a criança (que apresentava febre constante) de forma preliminar. Ainda segundo a fonte, há pouco a doença foi confirmada em exame laboratorial.

O hospital municipal de Monte Santo, vem sofrendo duras críticas da população devido a sua má conservação e precariedade no atendimento.

Entenda:

Leishmaniose visceral, ou calazar, é uma doença transmitida pelo mosquito-palha ou birigui (Lutzomyia longipalpis) que, ao picar, introduz na circulação do hospedeiro o protozoário Leishmania chagasi.

Embora alguns canídeos (raposas, cães), roedores, edentados (tamanduás, preguiças) e equídeos possam ser reservatório do protozoário e fonte de infecção para os vetores, nos centros urbanos a transmissão se torna potencialmente perigosa por causa do grande número de cachorros, que adquirem a infecção e desenvolvem um quadro clínico semelhante ao do homem.

Diante desta triste notícia, da situação deplorável do hospital da grande concentração de cães no centro de Monte Santo, fica difícil não temer mais casos como este.

Fonte: Portalmontesanto.com e Drauziovarella.com.br