Supostos nudes de Marcela Temer que voltaram a circular na internet são falsos

As supostas fotos da primeira dama Marcela Temer, que voltaram a circular no WhatsApp nos últimos dias são falsas. As imagens se espalharam desde o início do ano e tem gerado muitas dores de cabeça a primeira-dama. As fotos surgem toda vez que o caso de invasão digital sofrido pela primeira-dama volta ao noticiário, elas fazem parte de ensaios sensuais feitos pela modelo catarinense Vanessa Vailatti para os sites “Bella da Semana” e “Diamond Brazil”. O material faz parte do portfólio da jovem de 24 anos, que é modelo há três, portanto não são da esposa do presidente.

marcela
Vanessa Vailatti, a esquerda, vem sendo confundida com a esposa do presidente

Há alguns meses quando as fotos circularam pela primeira vez, Vanessa disse em entrevista ao Extra ter se impressionado quando soube que as fotos sensuais que circulavam na internet atribuídas ao celular hackeado de Marcela Temer eram, na verdade, suas. Segundo a jovem, ela nunca tinha ouvido falar de Marcela, visto seu rosto em alguma fotografia ou mesmo tido a menor referência sobre sua aparência.

Pelas redes sociais, blogs de notícias e demais plataformas, pessoas seguem confundindo a primeira-dama com Vanessa em fotos profissionais de estúdio. Depois que Marcela teve seu celular e contas de e-mail invadidas pelo hacker Silvonei José de Jesus Souza, em abril do ano passado, o criminoso tentou extorquir a quantia de R$ 300 mil e acabou preso em São Paulo.

marcela
Marcela ao lado do presidente Michel Temer/Foto reprodução