Wagner diz que seu candidato será do PT

    82891A declaração do governador Jaques Wagner (PT), em entrevista no rádio, de que já existe consenso entre partidos da base que o candidato à sucessão estadual de 2014 será do PT, apesar de clarear parte do cenário político, provocou insatisfação em pelo menos duas legendas aliadas: o PSB e o PDT. Já PP e PSD confirmam apoio. De um lado, jogou um balde água fria nos planos do presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Nilo (PDT) de pleitear a majoritária. Perguntado, Nilo já admite a possibilidade de recuar caso essa seja mesmo a decisão de Wagner. Mas o presidente estadual do PDT, Alexandre Brust, afirma que não houve conversa nesse sentido. De outro lado, aumentou a tensão com o PSB da senadora Lídice da Mata, também pré-candidata, que critica os critérios do PT para encabeçar o projeto. Lídice depende de definições internas de seu partido, no âmbito nacional e local para bater o martelo.