Sem conseguir provar que é inocente, Lula deixa “xadrez” pelas portas do fundos

Longe de mim querer estragar o Dia Nacional de Celebração da Corrupção e a Parada dos Comedores de Capim (patrocinados pelo STF), mas algumas verdades precisam ser ditas.

Lula não foi absolvido. Lula não foi inocentado. Lula continua trazendo em seu currículo condenações em duas instâncias por corrupção.

Em qualquer país civilizado do mundo, Lula estaria na cadeia, cumprindo sua pena. Não numa cela especial como a que ele tinha na PF, mas numa cela comum, junto com bandidos que vieram do povão, que ele diz fazer parte, mas adora evitar.

Foto reprodução

Mas Lula deu a sorte de ter cometido crimes no país que tem uma Suprema Corte como a nossa. Que interpreta a Constituição de acordo com suas vontades, que debate várias vezes sobre o mesmo assunto até que a vontade dos poderosos e influentes seja feita. Uma Suprema Corte cujos ministros parecem estar tão distantes das agruras do povo que não se importam em contemplar a impunidade num país já famoso por não punir seus criminosos.

O fato do voto decisivo que possibilitou a soltura de Lula ter sido dado por Dias Toffoli, foi só um detalhe irônico para concluir a montagem do circo Brasil.

Toffoli é ex-advogado do PT e trabalhou para José Dirceu, segundo homem mais forte do PT e também condenado. Toffoli, nem deveria estar ali julgando seus ex-patrões, nunca deveria ter sido indicado para ministro do Supremo. Mas deu seu voto pela impunidade com muita elegância, sem se preocupar muito com esses detalhes.

Lula, agora solto, fara todo o possível para infernizar o governo Bolsonaro, governo que está consertando os estragos feitos pelos Petistas.

Lula deverá se reunir com chefes de outros países e reorganizar seus ataques junto com seus vassalos da mídia. A vida do governo ficará mais difícil, com certeza. Se Bolsonaro consertar o Brasil, todos saberão que Lula foi uma fraude. Isso, para ele é pior do que a cadeia.

Talvez algo de bom surja disto tudo, talvez os que elegeram Bolsonaro e se acomodaram, acordem e lembrem que a esquerda jamais respeitará a sua vontade.

Hora de agir, não para proteger o presidente, mas para proteger o seu voto.

Fonte: Frederico Rodrigues/Jornal da Cidade Online

....