AÇUDE DO CALDEIRÃO: VAMOS CUIDAR PARA NÃO CHEGAR AO PONTO EM QUE SE ENCONTRAVA

1
82

O Açude do Caldeirão, construído na década de 50 no Município de Cansanção Estado da Bahia, foi e sempre será um local que permanecerá nas minhas recordações e memória, por fazer parte da minha infância e adolescência.

Apesar da sua importância para os moradores local e para o Município, por muito tempo, ele foi esquecido pelos administradores Municipais, como também por moradores da localidade, uma vez que nunca se preocuparam em fazer as devidas cobranças para as autoridades competentes.

Em uma das minhas visitas ao Município, fiquei muito triste pela situação em que ele se encontrava, com a bacia e o leito do rio, totalmente assoreado, praticamente sem vida.

Florisvaldo F dos Santos

Assumi um compromisso “comigo mesmo” de fazer a sua revitalização.

Como ele tinha sido construído pelo  Departamento Nacional de Obras Contra Seca – DNOCS, fiz contato com o órgão e obtive a informação que, apesar de ter sido construído com verba Federal, após a construção, a responsabilidade de manutenção passou a ser do Município.

De posse desta informação, agendei uma audiência com a Prefeitura Municipal de Cansanção, ocasião em que fui recebido pelo então Prefeito Ranulfo Gomes e seu secretario executivo Frederico Reis. Ao apresentar e expor o projeto de Revitalização, recebi a palavra dos dois, de que “o projeto sairia do papel para a execução”. Alguns messe depois, o serviço de revitalização tinha sido concluído.

Oito anos depois, volto a me preocupar, pois o açude volta a necessitar de reparos, em principio, mínimos, que se não forem feitos logo, corremos o risco voltar ao que era antes da revitalização. Queremos isto?

Aqui vai um agradecimento ao munícipe Fagner Duarte (Faustão), que, mesmo não sendo morador da localidade, se comoveu com o estado em que se encontrava, formalizou um pedido junto a Prefeitura, que de pronto, providenciou os preparos emergenciais (Buracos e Pilares dos dois sangradores), conforme fotografias abaixo.

Assim, além da minha gratidão ao Faustão e os agradecimentos a Prefeitura Municipal de Cansanção, peço a todos os moradores, que não deixem a nossa principal aguada (única aguada publica no quadrilátero de 30 quilômetros), reivindicando, cobrando e acompanhando eventuais obras, que são responsabilidade da Prefeitura Municipal de Cansanção.

Apenas um detalhe: A Prefeitura tem que ser acionada.

Fotos dos reparos feitos pela Prefeitura em 25/09/2022

Vejam algumas das fotos do nosso Açude:

Fonte e Texto: Florisvaldo F dos Santos

Blog do Florisvaldo – Informação Com Imparcialidade – 26/09/2022

Comentários

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.